12 de mai de 2006

Após greve de fome, Garotinho quer comer quibe cru



Após greve de fome que durou 11 dias, o maior desejo do ex-governador do Rio de Janeiro e pré-candidato à Presidência da República do PMDB, Anthony Garotinho, é comer "um prato de quibe cru". Ontem, após terminar a greve, Garotinho pesava 84 quilos.

Garotinho só vai poder voltar a ingerir alimentos sólidos daqui a cinco dias. Segundo informações dadas ao jornal O Dia a primeira refeição após a greve de fome seria um suco de lima ou água-de-coco, ontem à noite.

A greve de fome do ex-governador foi um protesto às denúncias publicadas pela imprensa de irregularidades cometidas na pré-campanha dele à presidência da República. O ex-governador se dizia injustiçado e vítima de uma perseguição protagonizada pela mídia para derrubar a sua candiadtura.

Durante a greve, Garotinho perdeu cerca de 7 kg. Abatido, ele apresentava um quadro de desidratação quando foi internado na quarta-feira no Hospital Quinta D'Or, no Rio de Janeiro.

3 comentários:

Felipe™ disse...

A mídia devia ter se moblizado em apoio a greve dele. Aff.

ALEH disse...

gostei muito duma frase que li no Kibeloco:
http://kibeloco.blogspot.com/2006_05_07_kibeloco_archive.html#114729797767309407

"Greve de fome é coisa de gente Gandhi. Não é pra Garotinho." (Frei Luiz)

hehehe

:P

Tici disse...

custava dar pra ele o direito de resposta, putz, assim evitava tanta besteira.