7 de mar de 2007

Quadro feito com dinheiro é roubado na Noruega

Antes...

Uma obra de arte norueguesa formada exclusivamente por cédulas de coroa, a moeda corrente na Noruega, foi roubada de uma galeria na capital do país, Oslo, onde estava exposta.
O quadro do artista Jan Christensen, intitulado Valor Relativo, continha notas num valor equivalente a US$ 16,3 mil.

Os ladrões entraram na galeria depois de quebrar uma janela.

Na galeria, o que restou da obra foi a armação da tela, de 4
...Depois metros de comprimento por 2 metros de altura.

A obra já havia sido vendida para um comprador norueguês pelo valor total das cédulas.

"A obra foi vendida por nada, basicamente. Era apenas uma troca", disse Christensen à BBC.


Bem... vamos analisar todas as facetas da evidente idiotice dos envolvidos.

1) Um suposto "artista" se dispõe a gastar literalmente o seu tempo e dinheiro (neste caso, se tempo é dinheiro, então foi um gasto de: - dinheiro - dinheiro = -2.dinheiros) para vendê-lo pela quantia utilizada na "arte" (fazendo novamente as contas: -2.dinheiros = 1.dinheiro ???);
2) O comprador da "genial idéia" pagaria US$ 16.300 por US$ 16.300 numa moldura! Ou seja, no fim das contas, o "artista" seria muito amigo dele, pois estaria simplesmente dando de graça uma moldura enfeitada com dinheiro para o amigo.
3) Dois manés sem o quadro-grana, pois o único "esperto" da história percebeu que, aparentemente, ninguém estava tomando conta direito do "fruto da genialidade" do primeiro cidadão.

É... muitas vezes, a arte é estupidamente estranha e dementemente cara...

Nenhum comentário: