13 de ago de 2007

Leonardo Da Vinci e a Gorda Lisa


Mona Lisa tinha muita gordura no sangue, diz estudo belga

Um reumatologista belga se deteve a examinar a célebre pintura de Leonardo da Vinci do ponto de vista médico e concluiu que a Mona Lisa tinha muita gordura no sangue.

Segundo Jan Dequeker, professor da Universidade de Lovanio, "a Mona Lisa imortalizada por Leonardo da Vinci sofria de uma grave doença ligada ao metabolismo. Pelo quadro se nota uma forma de hiperlipemia", ou seja, aumento de lipídios no sangue devido a uma alteração no metabolismo das gorduras.


Bem... parece que não bastou alguns cientistas analisarem a voz da Mona Lisa.
Eles tinham que fazer uma análise sangüínea através do olhar. O que mais vão dizer? Que ela se empanturrava de macarronada com almôndegas?
Talvez seja até possível perceber uma mancha de molho na bochecha dela se você analisar a pintura mais de perto.

E além do mais, espero que essa "técnica" seja utilizada no dia-a-dia, para fazer exames sem a necessidade de agulhas e amostras fétidas, por exemplo.

Seria perfeito!

Nenhum comentário: