17 de set de 2007

Duro de Matar

Venezuelano acorda durante autópsia em necrotério

Um venezuelano que foi declarado morto acordou no necrotério com grande dor após médicos legistas terem começado a autópsia. Carlos Camejo, 33 anos, foi declarado morto após um acidente em uma rodovia e levado ao necrotério, onde os examinadores começaram uma autópsia e perceberam que algo estava errado quando ele começou a sangrar. Eles rapidamente tentaram costurar a incisão no rosto do homem. "Eu acordei porque a dor era insuportável", disse Camejo, segundo reportagem no jornal local El Universal.

Eu to pensando aqui na reação dos examinadores: "Merda! O cara tá vivo! Costura de novo aí!!! Rápido, antes que alguém perceba!!!"
^^

Nenhum comentário: