15 de out de 2007

Blog Action Day: Horário de Verão e Meio Ambiente


Bem, hoje é o Blog Action Day, dia em que mais de 15.000 blogs pelo mundo estarão falando sobre o meio ambiente e a importância de sua preservação para a vida na Terra.

Apesar de ontem ter reclamado sobre o começo do horário de verão, resolvi escolher esse tema para falar sobre os seus objetivos e alguns resultados alcançados no período anterior.

A implantação do Horário de Verão tem como principal objetivo a redução da demanda máxima durante o horário de ponta de carga do sistema elétrico brasileiro. O aumento de consumo nessa época é resultado, sobretudo, do incremento da produção industrial, face às encomendas de Natal, e ao aumento da temperatura com a chegada do verão.

Estados Unidos, Rússia e vários países da União Européia adotam a mudança de horário no período de março a outubro, tendo em vista sua localização geográfica no hemisfério Norte. Já os países do hemisfério Sul, como Austrália, Nova Zelândia, Brasil, Chile, Paraguai, entre outros, adotam a medida no período de outubro a março.

A redução da demanda de energia no horário de ponta, entre 19h e 22h, durante os 112 dias do horário de verão (de 05/11/2006 a 25/02/2007) na média das três regiões foi de 4%, equivalente a três vezes a demanda de Belo Horizonte ou a quase 2.000 megawatts (MW).

Segundo o diretor-presidente do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Hermes Chipp, no Sudeste e Centro-Oeste, a economia chegou a 4% (1.500 MW), a demanda de Brasília e Belo Horizonte juntas.

No Sul, ela foi de 450 MW, representando 80% da carga no horário de ponta em Porto Alegre (RS). No Rio, a redução foi de 250 MW ou 6% do consumo da Light no horário de pico.

A redução do consumo no horário de pico atendeu à previsão do Ministério de Minas e Energia, que esperava queda entre 4% e 5%.

Outra vantagem do horário de verão, segundo Chipp, é que se evita a geração de energia de usinas termelétricas movidas a óleo combustível, levando a uma economia de R$ 50 milhões.

A diminuição do consumo de energia é uma das formas de diminuir o impacto que a geração de CO2 e outros gases causam ao meio ambiente, contribuindo para minimizar os efeitos do aquecimento global.

Então faça como eu: quando for acordar de madrugada nos próximos dias, lembre-se que essa atitude está ajudando a economizar energia e evitando que termelétricas tenham que queimar mais oléo combustível e com isso, jogar mais CO2 na atmosfera.

É o Fatos Inúteis fazendo sua parte no Blog Action Day e mostrando que não é tão inútil assim.

Fonte: site do CSPE e O Globo Online

Nenhum comentário: