7 de jan de 2007

Processo Inútil!

Bem pessoal, alguns blogs já estão falando sobre o assunto, e neste caso é necessário que o maior número de pessoas possível saiba o que está acontecendo.

Justiça solicita bloqueio de site YouTube por veicular vídeo de Cicarelli
04/01/2007 - 11h48
da Folha Online

O Tribunal de Justiça do Estado de S. Paulo determinou ontem (03/01) uma liminar que solicita o bloqueio do site YouTube no Brasil.

A Justiça alega que o site não retirou do ar o vídeo com a modelo e apresentadora de TV Daniella Cicarelli e seu namorado Renato Malzoni Filho.

A decisão estabelece que o site seja barrado para brasileiros até que o link do vídeo seja retirado do ar.

Rubens Decoussau Tilkian, sócio do escritório Dourado Fagundes Fialdini Ribas, e representante de Malzoni Filho no caso, ressalta que a decisão é inédita e que nunca houve situação como essa no Brasil.

Carta ofício traz detalhes do caso Cicarelli e YouTube
05/01 - 17:22, atualizada às 18:51 05/01 - Da Redação do Último Segundo

...
Mas o que pensa, de fato, a Justiça a respeito do caso? Os internautas podem ler um ofício com letra por letra do juiz. E refletir. Assinada pelo juiz Lincon Antônio Andrade de Moura, a carta ofício, com data de 3 de janeiro de 2007, é encaminhada à presidência da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A (Embratel), e informa que a 4ª Câmara do TJ de São Paulo, tome providências.

Veja abaixo trecho do conteúdo do ofício:

"Pelo presente, passado nos autos em epígrafe, informo a Vossa Senhoria que por r. decisão da Quarta Câmara do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, foi concedido efeito ativo para determinar que Vossa Senhoria tome, por tempo indeterminado, uma das providências sugeridas nos autos, abaixo relacionadas, objetivando o bloqueio do site www.youtube.com, da cor-ré YouTube Inc, aos internautas brasileiros, informando, após, o Juízo, da providência tomada.

1. Colocar um filtro na entrada da solicitação de acesso por um usuário brasileiro, dessa forma essa solicitação nem chega ao computador americano.

2. Colocar um filtro na entrada da resposta do website americano, dessa forma a informação não chega ao usuário brasileiro.

Aproveito a oportunidade para apresentar a Vossa Senhoria protestos de estima e consideração.

Lincon Antônio de Moura Juiz de Direito

Bem, agora que você já entendeu a situação, quero dizer que a Brasil Telecom já acatou a decisão. Eu, que uso o BRTurbo em casa, já não consigo acessar o YouTube de forma direta, nem sequer ver os vídeos que postei aqui no blog. E se você também não está conseguindo ver os vídeos, não é por causa da incompetência deste blogueiro que vos fala, mas sim da arbitrariedade do Seu Lincon.

Para acessar o YouTube (e outros sites bloqueados) você pode usar um outro servidor proxy.
Segue aí o passo-a-passo que o pessoal do Sedentário e Hiperativo postou:

Pra quem usa Firefox:

Clique em FERRAMENTAS > OPÇÕES > AVANÇADO > CONEXÃO > CONFIGURAÇÕES
Insira qualquer outro Proxy. Exemplo:

México
200.65.127.163 porta 3128

Pra quem usa Internet Explorer:

Clique em FERRAMENTAS > OPÇÕES DA INTERNET > CONEXÕES > CONFIGURAÇÕES DA LAN > SERVIDOR PROXY
Insira qualquer outro Proxy. Exemplo:

México
200.65.127.163 porta 3128

Agora quero explicar porque chamo isso de um processo inútil.
Se o motivo da ofensa da Cicarelli e de seu namorado espanhol foi a divulgação indevida do vídeo com as "troca de carícias" em praia pública, ele deveria pedir logo o fechamento de toda a Internet.
Sim, porque basta procurar pelo vídeo em outros serviços de compartilhamento de vídeos (conforme citado pelo Jacaré Banguela no dia 06/01) e você encontra os dois pimpolhos "se acariciando".
Sem contar com as pessoas que possuem o vídeo em seus computadores (chegaram até a vender no Mercado Livre) que após essa decisão, podem se revoltar e sair publicando o vídeo a torto, salgado e a direito.

Por isso acho justo que iniciemos a campanha:

NO CICARELLI! YES YOUTUBE!


UPDATE:

Acessem:

Nenhum comentário: